Patrulha Maria da Penha: 321 atendimentos e mais segurança às mulheres

16 - 11 - 2020- Franca

Franca Franca

Criada em julho deste ano pela Polícia Militar em Franca, atendendo a solicitação da deputada estadual Delegada Graciela (PL), a Patrulha Maria da Penha já ultrapassou a marca de 321 atendimentos na cidade.

O serviço tem garantido mais segurança a mulheres em situação de risco. Deputada Graciela David explica que o foco da Patrulha Maria da Penha é realizar ações preventivas de combate à violência doméstica e fiscalizar e garantir o cumprimento de medidas protetivas judiciais às mulheres.

“Fico feliz em ver que a Polícia Militar implantou, atendendo a nosso pedido, a Patrulha Maria da Penha. É um trabalho essencial que tem dado mais segurança às mulheres sob medida protetiva, ou seja, sob risco de sofrer violência. Elas merecem e precisam dessa proteção”, afirma a deputada Delegada Graciela.

Neste período de atuação, a Patrulha Maria da Penha realizou, em Franca, 150 atendimentos às mulheres com medida protetiva, verificando o cumprimento das mesmas. Também visitou 102 homens denunciados, alertando sobre a obrigatoriedade de respeitar a medida judicial e as consequências , mas também prestar orientações. Houve o registro de nove prisões por descumprimento das medidas protetivas.

“O objetivo fundamental é conter a violência doméstica. O trabalho de prevenção, inclusive com a abordagem dos homens envolvidos nas medidas, oferece uma maior sensação de segurança às mulheres. Estou à disposição para fortalecer a Patrulha Maria da Penha”, garante Delegada Graciela David.

A deputada mantém um constante trabalho voltado à proteção da mulher na Assembleia Legislativa. Delegada Graciela David é autora do “Viva Mulher, lei que prevê ações de reeducação dos agressores, visando evitar a reincidência de agressões, e preside a Comissão de Defesa e dos Direitos da Mulher da Alesp.


Fonte - Verdade On
Fonte de imagem - Verdade On