'Relógio' é restaurado e volta para a praça

09 - 12 - 2019- Franca

Franca Franca

Desmarcado da programação das festividades do aniversário de Franca, o Relógio do Sol finamente foi entregue novamente para a cidade na tarde de ontem (06). Desde que o monumento foi atingido por uma árvore durante um temporal em dezembro de 2017, ele foi retirado da praça Nossa Senhora da Conceição.

As peças destruídas foram guardadas na Casa da Cultura para preservação até que se concretizou sua restauração.
Uma programação especial na praça marcou a volta do relógio. A Prefeitura através da Secretaria de Esporte, Arte, Cultura e Lazer promoveu diversão para as crianças com pipoca, algodão doce, pintura facial e brinquedos. Durante toda a tarde, enquanto o público aguardava a cerimônia de entrega, o palco recebeu várias apresentações artísticas como: Banda Municipal, Fanfarra, Emim (Escola Municipal de Educação Musical), CCI (Centro de Convivência do Idoso), além da Feira de Artesanato e Culinária “Franca Feito a Mão”.

O Relógio do Sol é um patrimônio público tombado pelo Estado e Município. Por isso, antes da restauração, o projeto teve que ser aprovado pelo CONDEPHAAT (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico), com investimentos de R$ 238 mil para ser remontado.
De acordo com o secretário Elson Bonifácio, o monumento que já tinha a sua história amplamente divulgada, passará a ter agora um aspecto mais educativo. “Com a implantação do QR Code, a história será ainda mais explorada. As pessoas que vieram até ao Relógio do Sol, podem pegar o telefone celular e fazer a leitura do código bidimensional. Ele terá acesso a história, as informações da queda durante o temporal, um vídeo em 3D e muito mais”, explicou.
Ao redor do monumento, o público poderá utilizar a bússola através da sinalização dos pontos cardeais (norte, sul, leste e oeste). Outra novidade que trouxe mais vitalidade para o local, foi o paisagismo. Várias plantas foram inseridas, a poucos metros do monumento, como: camarás multicores, palmeiras triângulos, crótons, ixoras, dracenas e gramas esmeraldas.

 

A restauração


Como já citado, a prefeitura contratou a empresa Croma Restauro, de São Paulo, para elaboração desse projeto. Porém coube a Cantaria Conservação e Restauro, de Belo Horizonte (MG), realizar a restauração.
O trabalho terceirizado foi concluído por três restauradoras de vasta experiência: Leila de Oliveira, Laura Bassul e Júlia Russi. Foram ao todo, 32 dias de restauração. Durante a montagem das peças foi preciso dar um prazo de 24 horas para colagem e encaixe das mesmas.

O Relógio do Sol tem 3 metros de altura e pesa 2 toneladas, sendo composto por seis peças. A leitura das horas é feita a partir da sombra projetada pelo sol, porém ele não mostra os minutos.
O relógio foi construído e montado entre 1886 e 1887, sendo o único no Brasil.

 


Fonte - Verdade On
Fonte de imagem - Verdade On