HOME
» Guia Virtual
» A Cidade
» Anúncios
» Apoio
» Central de Fotos
» Conselhos Municipais
» Contato
» CROWD
» Eventos
» Guia Internet
» Mapa Digital
» Noticias Comerciais
» Notícias da Região
» Notícias Educativas
» Quem Somos
» Telefones Úteis

FRANCA
» Artistas de Franca
» Escritores de Franca
» Esportes de Franca
» Fotos de Franca
» Franca Shopping 2011
» Museu Histórico de Franca
» Museu Virtual de Franca
» Músicos de Franca
» ONGs
» Secretarias de Franca
» Senac Franca Moda e Estilo

DIVERSÃO
» Cinemas
» Horóscopo
» Piadas
» Receita da Semana

ÚTEIS
» Agricultura
» Dólar
» Fuso Horário
» Horário de Circulares
» Horário de Viações
» Loterias
» Tempo
 

Se bem guardado, o que sobrou da comilança do Natal pode durar bastante tempo e ainda virar deliciosas outras receitas; veja dicas


A ceia de Natal já passou e ainda tem mais comida para o almoço do dia 25. Geralmente é comum ter fartura à mesa e quase sempre diversos alimentos acabam sobrando - alguns até mesmo antes de serem preparados. Mas se souber amarnazená-los da maneira correta, eles vão durar ainda um bom tempo em seu freezer ou geladeira e podem virar outras receitas. 

     Ao Female, seção do portal do britânico "Daily Mail", a nutricionista Aloysa Hourigan ensina a maneira correta de guardar as sobras da ceia de Natal para evitar contaminação e problemas de saúde, como intoxicação alimentar. 

1. Pernil 
Em muitas casas, o pernil é um clássico no Natal. Entretanto, sabemos que a carne de porco apresenta um alto risco de contaminação, então é preciso cuidado do manusear esse item já pronto. Segundo a especialista, é possível guardar a sobra de pernil, ou do lombo ou outro corte de porco, mas por pouco tempo. 

Ela recomenda armazenar em geladeira por, no máximo, 48 horas. Para garantir que a qualidade do alimento será preservada, Aloysa lembra que a temperatura do eletrodoméstico deve estar selecionada para 5ºC ou menos. 

2. Tender
O presunto é tradicional principalmente nos Estados Unidos e também faz sucesso por aqui. A boa notícia é que ele dura bem mais que a carne de porco. A indicação da nutricionista é cobrir a carne ainda crua para que ela não desidrate e colocar no freezer caso não pense em consumir nos próximos dias. 

3. Aves
Assim como a carne de porco, o frango e as outra aves podem ser mantidas em geladeira por até dois dias mesmo depois de prontas. A dica é tomar cuidado para que ela o cozimento tenha sido adequado e não deixar o preparo em temperatura ambiente para evitar contaminação.  "Se ela foi cozida quando era fresca, pode ser congelada depois", completa Aloysa. 

Ela ressalta que é preciso ter cuidado com as aves porque elas podem ser facilmente contaminadas com bactérias como a salmonella quando não estão cozidas corretamente. E essa bacteria provoca intoxicação que causa febre, dor de cabeça, diarréia, dor abdominal, náusea e vômito. Os sintomas costumam aparecer 72 horas após a ingestão do alimento contaminado e geralmente durante entre quatro e sete dias. 

A nutricionista também fala sobre a carne de ave congelada. Nesse caso, antes de preparar ou consumir, a recomendação é descongelar ainda na geladeira, justamente para evitar a contaminação. 

4. Frutos do mar
Tanto os preparados quanto os crus duram pouco na geladeira. Os frescos devem ser armazenados por um dia ou congelados, desde que você se certifique que a embalagem é hermeticamente fechada. Depois de preparados, podem ficar guardados por 48 horas. 

Ao descongelar os frutos do mar para uma refeição, use água morna e, de novo, não deixe mais do que um dia armazenado, mesmo que sob refrigeração. 

5. Vegetais assados
Como esses itens não são tão ricos em proteína como as carnes, segundo a nutricionista, eles apresentam um menor risco de contaminação. "Você estará segura se guardá-los em recipientes fechados por até três dias na geladeira. 

Para completar, Aloysa ainda dá algumas dicas de como arrumar os alimentos na geladeira . As carnes cruas devem sempre estar protegidas - emabaladas - para evitar a contaminação, além de serem guardadas na parte de cima da geladeira, por exemplo. Vegetais também estão em recipientes, mas como há menos risco de contaminação, podem ficar mais embaixo, onde a temperatura não é tão fria. 

Além disso, ela ensina a regrinha do tempo para armazenar alimentos - sobras da ceia de Natal  comida em geral. Ela diz que se o item ficou menos de duas horas fora da refrigeração, ele pode ser armazenado novamente no refrigerador e consumido depois. Se esse tempo ficou entre duas e quatro horas, aí o melhor é comer logo e não refrigerar de novo. E se passou dessas quatro horas, o mais seguro é descartar o alimento. 


Fonte notícia: IG Notícias

Fonte imagem: IG Notícias
 
 
» Se bem guardado, o que sobrou da comilança do Natal pode durar bastante tempo e ainda virar deliciosas outras receitas; veja dicas
» O verão chegou: saiba como cuidar da saúde nos dias de muito calor
» Conheça o solstício de verão, fenômeno astronômico que marca o início da estação
» Como evitar as temidas estrias na gravidez
» Os benefícios de alongar o corpo
» O que é Dengue?
» Saiba identificar e tratar a dislexia em crianças
» Ajude seu filho a vencer o medo do escuro
» Abdominais: desvende nove fatos sobre o exercício para a barriga
» Cirurgia bariátrica pode reduzir risco de câncer, diz estudo
» 11 truques para o bebê dormir tranquilamente
» Monte um prato ecologicamente correto
» Congele os alimentos do jeito certo e não perca os nutrientes
» Água termal traz sete benefícios para a pele
» Os 7 erros do protetor solar
 

Home | Quem Somos | Contato | Welcome Foreign Visitors

#17997574# - Francasite.com© Copyright 2018

Desenvolvimento Gnove WebStudio 2018